Novembro, 9 por Colleen Hoover

Sinopse
"Fallon conhece Ben, um aspirante a escritor, bem no dia da sua mudança de Los Angeles para Nova York. A química instantânea entre os dois faz com que passem o dia inteiro juntos – a vida atribulada de Fallon se torna uma grande inspiração para o romance que Ben pretende escrever. A mudança de Fallon é inevitável, mas eles prometem se encontrar todo ano, sempre no mesmo dia. Até que Fallon começa a suspeitar que o conto de fadas do qual faz parte pode ser uma fabricação de Ben em nome do enredo perfeito. Será que o relacionamento de Ben com Fallon, e o livro que nasce dele, pode ser considerado uma história de amor mesmo se terminar em corações partidos?"







Autor: Colleen Hoover
Editora: Galera Record
Ano: 2016
Páginas: 352
Gênero: Romance
    

Novembro 9 é o mais novo lançamento da Collen Hoover a ser lançado no Brasil. sendo o 8° livro dela por aqui. Todos pela Galera Record.

O livro é um daqueles que mistura romance com um mistério que deixa o leitor aflito e puxa também para o drama, sendo ele o aspecto mais forte da narrativa.

Bom, aqui seguimos a Fallon e o Ben, eles se conhecem em um jantar entre a Fallon e o pai, eles estão em uma briga quando o Ben se senta ao lado dela colocando seu braço ao redor pedindo desculpas pelo atraso, fingindo assim ser seu namorado. A Fallon fica meio receosa pelo estranho ter feito isso mas entra na brincadeira. Depois do jantar eles se conhecem melhor e passam uma noite fantástica. Mas ela precisa viajar para Nova York e tentar retornar sua carreira de atriz destruída pelo incêndio em sua casa que a fez ter um lado do resto muito danificado. Eles então prometem se ver todo dia 9 de novembro, durante cinco anos. Sem contato, apenas se reverem na mesma hora e lugar nesse período para que ele possa escrever um livro sobre isso.

Recomendo não procurar saber mais da trama do livro pois se o leitor pegar o spoiler do que acontece, vai estragar toda a experiencia de leitura desse livro.

Mais um livro da Colleen Hoover e mais uma leitura dela que não me conquistou novamente como quando ela conseguiu em Métrica, lá em 2014.

Por ser dividido em 5 anos, a narrativa é divida em 5 partes, cada 9 de novembro. A escrita da autora, como sempre, é muito viciante, o ritmo de leitura é bem acelerado e é difícil deixar o livro de lado. Apenas em algumas partes em que o romance fica muito doce e ai pra mim ficou um pouco enjoativo.


Falando em romance, ele não conseguiu me convencer. Desde o começo do livro eu senti o relacionamento dos dois muito forçado e sem muito sentido, o Ben tem um jeito meio estranho e alguns dos diálogos são forçados portanto foi difícil se conectar com o romance.

O livro tem um plot twist lá para o meio que me entristeceu muito, claro, como leitor da estória mas também como observador. Quando descobri o que acontecia senti que o livro partiu simplesmente de uma ideia que a autora teve e ai entendi o porque não me conectei com os personagens.

Além de eles não serem bem construídos com essa relação de espaço-tempo entre os anos (e olha que quando eles se viam depois de um ano longe parecia que foi na noite passada), entendi que a autora simplesmente criou personagens para a sua ideia e ai veio o desapontamento.

Em partes, é uma boa leitura, entendo porque algumas pessoas se surpreendem e gostam do livro mas pra mim a autora não convenceu. O plot é bom, os personagens são ok, as cenas de romance são delicadas e bem escritas mas simplesmente não vai funcionar com todo mundo.

Recomendo o livro para quem gosta da autora e gosta de romance com uma pitada bem forte de drama. É um livro bonito e meio trágico mas que não funcionou totalmente comigo. 

Se você já leu e gostou ou não gostou comente com a sua opinião para debatermos! 


Comentários

  1. Oi, Gui!
    Ufa! Enfim alguém que concorda comigo!
    Cara esse livro está sendo uma leitura nada agradável para mim. Realmente muito forçado, os personagens não são cativantes, é corrido demais, a carga dramática é corrida demais, os absurdos são demais também.

    Sinceramente não vejo a hora de concluir logo.

    =*
    Diego, Blog Vida & Letras
    www.blogvidaeletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Di :/
      É melhor guardar na memória os outros livros dela mesmo haha

      Excluir
  2. Olá, Guilherme! Tudo bem?
    Ainda não li nada da Colleen, acredita? E para ser sincero não é o tipo de leitura no momento que me enche os olhos. Gostei do seu ponto de vista e que chato que o romance dos protagonistas não te cativaram.
    Sou do tipo que acredita que alguns autores, na verdade todos nós, independente da profissão devemos descansar. E pelo que disse, se ela tivesse descansado mais, e pensado melhor no que escreveria poderia ter saído algo melhor. Mas imagino o quanto as editoras ficam em cima dela para lançar novos livros, o que pode acabar prejudicando a qualidade da escrita.

    Até mais. http://realidadecaotica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá! Que pena que vc não gostou tanto assim do livro, até me desanimei a ler tbm! hahaha Também já me decepcionei com o livro métrica dela e estava em minhas metas ler esse, mas sempre ia deixando pra depois, agora nem sei mais se vou ler kkkk
    Beijo!
    http://booksmanybooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Gui, tudo bem?
    Olha, vou te dizer que não acho a CoHo tudo isso que dizem? O único livro dela que li foi O Lado Feio do Amor, e por mais que eu tenha gostado, não achei extraordinário como muitos dizem. Não tenho essa vontade louca de ler mais nada dela (se vier, vai ser bem-vindo claro), e esse livro em específico não tenho vontade mesmo, a premissa não me agrada...
    Adorei a sua resenha e seu ponto de vista!

    Beijos!
    Ana | Blog Entre Páginas
    www.entrepaginas.com.br

    ResponderExcluir

Postar um comentário

DEIXE A SUA OPINIÃO!

Postagens mais visitadas deste blog

Sumiço, Mudanças + O Que ando lendo

Lembrança por Meg Cabot

Os Lançamentos de Julho | 2016