17/01/2017

Aristóteles e Dante Descobrem Os Segredos do Universo por Benjamin Alire Sáenz

Sinopse
"Dante sabe nadar. Ari não. Dante é articulado e confiante. Ari tem dificuldade com as palavras e duvida de si mesmo. Dante é apaixonado por poesia e arte. Ari se perde em pensamentos sobre seu irmão mais velho, que está na prisão.

Um garoto como Dante, com um jeito tão único de ver o mundo, deveria ser a última pessoa capaz de romper as barreiras que Ari construiu em volta de si. Mas quando os dois se conhecem, logo surge uma forte ligação. Eles compartilham livros, pensamentos, sonhos, risadas - e começam a redefinir seus próprios mundos. Assim, descobrem que o amor e a amizade talvez sejam a chave para desvendar os segredos do Universo."






Autor: Benjamin Alire Sáenz
Editora: Seguinte
Ano: 2014
Páginas: 392
Gênero: Jovem-Adulto/Drama
    

Aristóteles e Dante Descobrem Os Segredos do Universo foi lançado no Brasil em 2014 pela editora Seguinte e é um destaque entre os recentes livros que tocam em assuntos LGBT e diversidade no gênero Jovem Adulto.

Tinha muita vontade de ler esse livro já tem um tempo, mas sempre ficava adiando a compra e deixava para depois. Até que nesse fim de ano resolvi lê-lo em e-book na viajem e me surpreendi com uma estória tão simples mas muito tocante.

O livro se passa nos anos 80, aqui seguimos o Aristóteles e o Dante, eles são meninos de personalidades distintas que acabam se aproximando na escola quando o Dante começa a dar aulas de natação ao Aristóteles e então eles viram grandes amigos e a partir dai, acompanhamos toda a sua jornada juntos descobrindo os segredos do universo e os mistérios da vida enquanto precisam viram adultos.

A sinopse desse livro é bem simples e realmente é um livro, se pararmos para pensar, simples. Aristóteles e Dante Descobrem Os Segredos do Universo não é um livro sobre ações, e sim sobre descobertas.

Desde o começo a leitura é leve e o ritmo bem acelerado, os capítulos super curtos e as paginas se vão sem nem se ver. Benjamin tem uma escrita muito bonita que é super interessante de se acompanhar.



A tom de tanta simplicidade, ao decorrer do livro senti o autor um pouco perdido com seu enredo e por isso o ritmo de leitura decai um pouco, mas lá pro final o ritmo volta e ai fica difícil largar.

Os personagens são todos bem característicos e, apesar do Aristóteles ser o narrador o Dante o protagonista com ele, alguns personagens secundários dão um bom pano de fundo para a trama, apesar de não se apoiar muito neles.

É um livro com uma temática super interessante, se passa nos anos 80 e tem personagens muito legais, não é o melhor livro do mundo mas quem tiver afim de algo assim vai devorar, principalmente no verão. 

Acho que o autor demorou um pouco para encontrar sua voz e o que ele queria passar mas, dentro do gênero, é um livro muito bem escrito e que tem um significado muito singelo e uma mensagem muito clara. Recomendo muito!.


10/01/2017

O Adulto por Gillian Flynn

Sinopse
"Uma jovem ganha a vida praticando pequenas fraudes. Seu principal talento é a capacidade de dizer às pessoas exatamente o que elas querem ouvir, e sua mais recente ocupação consiste em se passar por vidente, oferecendo o serviço de leitura de aura para donas de casa ricas e tristes.
Certo dia, ela atende Susan Burkes, que se mudou há pouco tempo para a cidade com o marido, o filho pequeno e o enteado adolescente. Experiente observadora do comportamento humano, a falsa sensitiva logo enxerga em Susan uma mulher desesperada por injetar um pouco de emoção em sua vida monótona e planeja tirar vantagem da situação.
No entanto, quando visita a impressionante mansão dos Burke, que Susan acredita ser a causa de seus problemas, e se depara com acontecimentos aterrorizantes, a jovem se convence de que há algo tenebroso à espreita. Agora, ela precisa descobrir onde o mal se esconde, e como escapar dele. Se é que há alguma chance."


Autor: Gillian Flynn
Editora: Intrínseca
Ano: 2016
Páginas: 64
Gênero: Suspense
    

O Adulto é um conto da Gillian Flynn, famosa autora responsável por Garota Exemplar, Objetos Cortantes e Lugares Escuros.


Este é um conto rápido e bem tenebroso, adoro essa autora e queria ler algo bem rápido e ai lembrei desse conto dela. Acabei me surpreendendo com o trabalho da autora mais uma vez.

O conto já começa bem surpreendente, seguimos uma jovem que vive de pequenos golpes e pequenos favores, ela é boa nisso. Até que se cansa e inspirada em ser uma pessoa mais intelectual e crescida, decide virar cartomante. É assim que ela atente uma mulher chamada Susan que parece ser uma mulher pacata e um alvo fácil. Ela reclama de um mal que está em sua casa começando algo que a jovem jamais pensou.

Gillian Flynn é genial. Comecei o conto sem lá muitas pretensões e acabei embasbacado com a sua proeza em escrever uma boa estória.

Ela consegue dissecar muito bem seus personagens e sabe como contruí-los de forma que eles correspondam com o que ela quer propor. É incrível assistir essa construção e a desconstrução depois.

O único desapontamento que tive com a leitura foi o final que ficou muito corrido, acho que a autora poderia ter usado mais páginas para desenvolver isso.

O conto é categorizado como terror mas é mais um suspense, daqueles em que você não quer largar e precisar chegar á ultima página para descobrir todo o desfecho.

Rápido, envolvente e muito bem escrito, O Adulto é uma boa recomendação para quem está procurando justamente isso. Não tem como não ficar preso.

06/01/2017

Sete Minutos Depois da Meia-Noite por Patrick Ness

Sinopse
"Conor é um garoto de 13 anos e está com muitos problemas na vida. 
A mãe dele está muito doente, passando por tratamentos rigorosos. Os colegas da escola agem como se ele fosse invisível, exceto por Harry e seus amigos que o provocam diariamente. A avó de Conor, que não é como as outras avós, está chegando para uma longa estadia. E, além do pesadelo terrível que o faz acordar em desespero todas as noites, às 00h07 ele recebe a visita de um monstro que conta histórias sem sentido.
O monstro vive na Terra há muito tempo, é grandioso e selvagem, mas Conor não teme a aparência dele. Na verdade, ele teme o que o monstro quer, uma coisa muito frágil e perigosa. O monstro quer a verdade. "




Autor: Patrick Ness
Editora: Novo Conceito
Ano: 2016
Páginas: 160
Gênero: Infanto-juvenil/Drama
    

Sete Minutos depois da Meia-Noite é o mais novo lançamento do Patrick Ness no Brasil pela Novo Conceito. O autor também já publicou aqui a trilogia Mundo em Caos pela Pandorga e agora tem seu trabalho aqui pela Novo Conceito com esse e Mais do Que Isso que sai em breve.

Li O Motivo tem algum tempo e amei a escrita doce e maravilhosa desse autor, foi um livro fantástico e estava louco pra ler mais alguma coisa dele. 

Esse livro foi lançado aqui no Brasil já tem um tempo pela editora Ática como O Chamado do Monstro, mas foi pouco valorizado e distribuído, sendo assim, era impossível encontrá-lo nas livrarias.  Até que com a adaptação, o livro esta sendo relançado pela NC e é um livro lindo que todo mundo deveria ler.

Sete Minutos depois da Meia-Noite conta a estória do Conor. Ele está passando por um momento muito delicado na sua vida, a sua mãe está em processo de câncer muito avançado, além disso, ele não tem a presença do pai em casa que se mudou para os Estados Unidos e não esta sendo fácil aguentar a perseguição dos colegas na escola.
Até que um monstro aparece na sua janela enquanto ele dorme. 
É então que ele precisa contar a verdade ao monstro. 

A premissa do livro veio da ideia de Shioban Dowed. Ela tinha a premissa e o começo do livro mas infelizmente morreu antes de terminá-lo. Patrick Ness então foi chamado para terminar tudo.

Não tenho palavras pra dizer o quanto este livro é lindo. Não tinha muitas expectativas e acabei sendo arrebatado por uma trama muito delicada e tratada de uma forma doce e sóbria.



A narrativa do autor é super simples e bem dosada, os capítulos curtos e quando você vê, o livro já acabou. O autor tem o talento nato de prender o leitor entre as páginas e isso é algo fascinante de se observar.

Os personagens não são muito profundados além do Conor mas achei interessante como o autor não os deixa de lado ainda assim, sendo eles todos importantes para o enredo e para a mensagem que ele quis passar de alguma forma.

A metáfora desse monstro e de como todos nós temos que lidar com os nossos próprios monstros todos os dias é algo deixado nas entrelinhas e em nenhum momento algo forçado, afinal, o autor aborda vários temas importantes de uma forma tão original que fica difícil não se encantar.

De modo geral, esta é uma leitura para todas as idades, de interpretação livre e que conquista qualquer leitor que esteja de peito aberto á essa estória. Não vejo a hora de ver o filme (trailer) e ver como o Conor ficou nas telonas. 
Um infanto-juvenil dilacerante e aconchegante. Muito bom!.

04/01/2017

Mentiras por Michael Grant

Sinopse
"Terceiro volume da série best seller do NYT, sobre o estranho sumiço dos adultos mundo afora, o que deixa apenas adolescentes e crianças para desvendar o mistério. Neste volume, sete meses se passaram e as coisas parecem finalmenteter criado alguma ordem no LGAR - se é que podemos chamar de ordem um bando de crianças sozinhas e armadas.Mas estabilidade não parece ser uma opção no LGAR. Coisas cada vez mais estranhas continuam a acontecer e, como se não bastasse, um boato ainda mais estranho, para não dizerassustador, começa a se alastrar. Mas mesmo naquele lugar bizarro não é possível que mortos voltem à vida... é?
Isso aconteceu em uma noite: uma garota morta caminha entre os vivos, Zil e os Normais ateiam fogo a Praia Perdido, e no meio das chamas e fumaça, Sam vê o garoto que mais teme – Drake. Mas Sam e Caine derrotaram ele junta com a Escuridão – ou assim acreditavam. Com Perdido Beach queimada, o combate inicia-se: Astrid contra a Town Council, os Normais contra os mutantes, e Sam contra Drake. Com a vida em LGAR tornando-se cada vez mais desesperadora, ninguém sabe em quem confiar."

Autor: Michael Grant
Editora: Galera Record
Ano: 2012
Páginas: 378
Gênero: Sobrenatural/Jovem adulto
    

#1: Gone
#2: Fome
#3: Mentiras
#4: Praga
#5: Medo

#6: Luz (Não lançado no Brasil)

Mentiras é o terceiro livro da série Gone, publicada aqui no Brasil pela Galera Record. Fiz a leitura em inglês mas as informações estão em português. Esta resenha não tem spoilers dos livros anteriores.

Enfim, Mentiras. Gone e Fome foram leituras incríveis e estava muito curioso para poder saber o que acontece em Mentiras. Lembro que na época que ele foi lançado todo mundo tava gostando e fiquei feliz de ter gostado deste volume também.

Essa é uma série em que os adultos (pessoas acima de 15 anos) simplesmente somem de repente, e as crianças e adolescentes são deixados para se virarem sozinhos nesse lugar em que ninguém entra e nem sai, por conta de uma redoma que cai sob essa praia e suas redondezas. 

Fome foi um livro intenso, um pouco lento no começo mas depois da metade que o autor consegue embasar a trama, o livro corre e o livro toma um rumo incrível. Neste terceiro volume, não temos esse começo lento já que o autor já deu a base que ele queria dar para a série, portando, é ação o tempo todo com desenvolvimento de personagem e trama super bem explorada.

Como todo livro dessa série, o título permeia o que o livro aborda. Gone o desaparecimento, Fome, a fome dos personagens e Mentiras, as mentiras. Como o que cada personagem conta influencia na estória.

Por algumas vezes não sabia em quem confiar e isso deixou o livro ainda mais intrigante, estamos chegando a um ponto em que as coisas vão ficando mais difícil e a aflição está sempre percorrendo o leitor.




O nível de inglês desse livro é intermediário, não é muito difícil mas tem bastante vocabulário não usado geralmente. 

Novos personagens também aparecem o que me deixou super animado, afinal, o LGAR é enorme e é ruim ficar só ali em Praia Perdida. Isso é algo que espero que o autor retrate mais nos próximos livros.

O final é muito mind-blowing, ainda estou desconfiado de que seja mesmo verdade o que o autor diz mas se for, já tenho uma teoria para toda a trama e quero MUITO saber se é o que estou pensando.

Senti também que o autor fechou um arco nesse livro e que os próximos três vão ser um pouco diferentes, afinal tem muita coisa pra trabalhar nessa s1érie, não da pra reclamar de 6 livros.


Em suma, Mentiras é um livro feito de ação e construção de personagens. Surpreende em vários aspectos e não deixa a desejar. Ele mostra que essa série é cruel e fora do normal, pra quem gosta deste estilo de série mais sombria e forte, é leitura obrigatória.

31/12/2016

Os 10 Melhores Livros de 2016


Mais um ano chegando ao fim e mais um tradicional post de melhores do ano! hahah. Este ano foi uma loucura sem tamanho, várias coisas aconteceram, sejam elas boas ou ruins, e com certeza foi um ano de novas coisas.

Quanto a leituras, consegui ler 38 livros esse ano. É um numero bom, um pouco menos comparado ao ano passado mas compreensível com a demanda da faculdade e do quanto não tive tempo pra ler esse ano.

Para 2017 não faço ideia de como irá funcionar, vou me dedicar mais a leitura mas sei que vai ser difícil então o que vier está bom.

Bom, foi difícil selecionar 10 livros entre os melhores porque gostei de muita coisa, mas olhando bem teve alguns que se destacaram e que me marcaram então quero recomendar. A maioria tem resenha que vai ficar linkada no nome do livro.




O Papel de Parede Amarelo
Este é um conto que recebi da Galera Record no começo do ano e que me marcou muito, a leitura é rápida e depois que terminei refleti muito sobre ele o sobre o que sei sobre o feminismo. Recomendo muito!

As Gêmeas do Gelo | Resenha
As Gêmeas do Gelo foi um livro incrível de suspense, daqueles que a gente não sabe em quem confiar e nem como o enredo irá terminar. Pra quem gosta do gênero é leitura mais que recomendada.

Tudo e Todas as Coisas | Resenha
Este foi um YA maravilhoso que adorei fazer a leitura, os personagens são muito cativantes e o estilo de escrita da autora é lindo.

Fangirl Resenha
Outro YA que adorei foi Fangirl da Rainbow Rowell. Essa autora é maravilhosa, esse livro é incrível e não vejo a hora de ler mais coisas dela. Recomendo demais pra quem curte o gênero.


Gone | Resenha
Coloquei esse aqui pra representar os 3 primeiros livros da série que li e AMEI!, Estou obcecado com essa série, nunca vou esquecer a experiencia de ter lido esse livro. Estou com o restante da série aqui mas lerei os poucos pra não acabar.

Passarinho | Resenha
Como não gostar de um Infanto-Juvenil? Passarinho é um livro mega tocante e escrito de uma forma espetacular. Amei esses personagens e não vejo a hora de reler :).

Outro Dia | Resenha
David Levithan sempre estará nas minhas melhores leituras do ano pois amo muito esse autor. Outro Dia foi uma leitura muito prazerosa e surpreendente já que estava receoso de não gostar deste. Pra quem não leu nada do autor indico começar com Todo Dia e Outro dia.



A Lista | Resenha
Gosto muito da Cecelia e A Lista foi um livro que adorei ler esse ano. Ele tem uma pegada muito interessante e é feito de personagens encantadores. Quero ler mais da autora em 2017.

A Vida Como ela Era | Resenha
Este foi uma leitura surpreendente, não estava esperando muito e acabei devorando o livro. A sequencia foi boa mas não tanto quanto o primeiro, ainda assim quero ver como a série vai acabar.

Suzy e as Águas-Vivas | Resenha
Outro infanto juvenil que me pegou de surpresa. Leitura super rápida e com personagens muito encantadores passando por tempos difíceis. Quero muito ler mais dessa autora.

É isso!, espero que tenham gostado e que continuem acompanhando o blog no próximo ano. Tem bastante coisa legal por vir. 

Um abraço!

12/12/2016

Novembro, 9 por Colleen Hoover

Sinopse
"Fallon conhece Ben, um aspirante a escritor, bem no dia da sua mudança de Los Angeles para Nova York. A química instantânea entre os dois faz com que passem o dia inteiro juntos – a vida atribulada de Fallon se torna uma grande inspiração para o romance que Ben pretende escrever. A mudança de Fallon é inevitável, mas eles prometem se encontrar todo ano, sempre no mesmo dia. Até que Fallon começa a suspeitar que o conto de fadas do qual faz parte pode ser uma fabricação de Ben em nome do enredo perfeito. Será que o relacionamento de Ben com Fallon, e o livro que nasce dele, pode ser considerado uma história de amor mesmo se terminar em corações partidos?"







Autor: Colleen Hoover
Editora: Galera Record
Ano: 2016
Páginas: 352
Gênero: Romance
    

Novembro 9 é o mais novo lançamento da Collen Hoover a ser lançado no Brasil. sendo o 8° livro dela por aqui. Todos pela Galera Record.

O livro é um daqueles que mistura romance com um mistério que deixa o leitor aflito e puxa também para o drama, sendo ele o aspecto mais forte da narrativa.

Bom, aqui seguimos a Fallon e o Ben, eles se conhecem em um jantar entre a Fallon e o pai, eles estão em uma briga quando o Ben se senta ao lado dela colocando seu braço ao redor pedindo desculpas pelo atraso, fingindo assim ser seu namorado. A Fallon fica meio receosa pelo estranho ter feito isso mas entra na brincadeira. Depois do jantar eles se conhecem melhor e passam uma noite fantástica. Mas ela precisa viajar para Nova York e tentar retornar sua carreira de atriz destruída pelo incêndio em sua casa que a fez ter um lado do resto muito danificado. Eles então prometem se ver todo dia 9 de novembro, durante cinco anos. Sem contato, apenas se reverem na mesma hora e lugar nesse período para que ele possa escrever um livro sobre isso.

Recomendo não procurar saber mais da trama do livro pois se o leitor pegar o spoiler do que acontece, vai estragar toda a experiencia de leitura desse livro.

Mais um livro da Colleen Hoover e mais uma leitura dela que não me conquistou novamente como quando ela conseguiu em Métrica, lá em 2014.

Por ser dividido em 5 anos, a narrativa é divida em 5 partes, cada 9 de novembro. A escrita da autora, como sempre, é muito viciante, o ritmo de leitura é bem acelerado e é difícil deixar o livro de lado. Apenas em algumas partes em que o romance fica muito doce e ai pra mim ficou um pouco enjoativo.


Falando em romance, ele não conseguiu me convencer. Desde o começo do livro eu senti o relacionamento dos dois muito forçado e sem muito sentido, o Ben tem um jeito meio estranho e alguns dos diálogos são forçados portanto foi difícil se conectar com o romance.

O livro tem um plot twist lá para o meio que me entristeceu muito, claro, como leitor da estória mas também como observador. Quando descobri o que acontecia senti que o livro partiu simplesmente de uma ideia que a autora teve e ai entendi o porque não me conectei com os personagens.

Além de eles não serem bem construídos com essa relação de espaço-tempo entre os anos (e olha que quando eles se viam depois de um ano longe parecia que foi na noite passada), entendi que a autora simplesmente criou personagens para a sua ideia e ai veio o desapontamento.

Em partes, é uma boa leitura, entendo porque algumas pessoas se surpreendem e gostam do livro mas pra mim a autora não convenceu. O plot é bom, os personagens são ok, as cenas de romance são delicadas e bem escritas mas simplesmente não vai funcionar com todo mundo.

Recomendo o livro para quem gosta da autora e gosta de romance com uma pitada bem forte de drama. É um livro bonito e meio trágico mas que não funcionou totalmente comigo. 

Se você já leu e gostou ou não gostou comente com a sua opinião para debatermos! 


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Layout: Bia Rodrigues | Tecnologia do Blogger ©